O BURACO DA FECHADURA

rabiscos, escrevinhações, achismos e outras bobagens

Buscar
  • marcosthomazm

A verdadeira primavera brasileira ainda virá...


Foto: Denise Dias

Querido diário,


há algum Bug na minha máquina do tempo!


Alguém esqueceu de dar corda no meu relógio da vida.


agosto em meu setembro.


Se o mês “oito” é o mês das desgraças, infortúnios, o meu veio atrasado.


-Sorte no azar, já grita o amigo.


Não dá para perder a piada, jamais.


Um senhor “dopado” de remédios destruiu duas portas do meu carro em uma ré que quase me arrasta a um poste.


Caí em um golpe no Pix e perdi uma pequena fortuna nas minhas finanças.


-Toma vacilão...


Mais umas merdas.


Mergulhei de óculos no mar e deixe minha oferenda em Ponta Negra.


Outras merdas.


Descumpriram acordos financeiros para uns freelas.


E vejam vocês...


Entrei setembro de férias.


Já podia e posso me considerar privilegiado.


Tenho emprego regular em um país de milhões de desempregados e desalentados, como são chamados aqueles que já nem alimentam esperança de se inserir no mercado de trabalho.


Folga meio forçada por circunstâncias diversas, é verdade, mas “tá valendo” o descanso e prazeres eventuais, né?


E, “pra não dizer que não falei das flores”...


Dentre estas curtições últimas, estive no Festival Mada, em Natal.


Bonde familiar completo, o que mais me apraz.


Ah, e o meu Leão rugiu!


O Vitória subiu, saiu do inferno da terceirona, empurrado por sua torcida que grita “Deus me livre não ser Vitória


Sim, o Vitória é Colossal!


Todas essas bonanças agora no final de setembro.


Um oásis neste setembro árido.


Ouço o vozeirão do síndico Tim entoar versos do paraibano Cassiano (salve, mestres):


“É primaveeeeera”


Não aquele movimento estranho de 2013.


É clima primaveril na essência.


“Sinais, fortes sinais” de que “o tempo pode virar”.


E todo amargo vai virar agridoce.


Em outubro, logo ali, mais especificamente, dia 02, nossos relógios se sincronizarão.


Já posso ver o colorido no chacoalhar dos galhos e ramos.


O sopro de frescor pela nova brisa.


Sentir o aroma.


“Vejo flores em você”


Uma estrela vai brilhar e a esperança renascerá.


Não há dor que sempre dure, nem há mal que nunca acabe.


Nenhuma sina de setembro há de ofuscar a glória de outubro.


À vitória com “L” de Lula e “J” de João.


Lá e cá.


Estes são meus votos secretos.


36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 
 
pexels-photo-776153.jpeg

ENTRE EM CONTATO

Suas informações foram enviadas com sucesso!