O BURACO DA FECHADURA

rabiscos, escrevinhações, achismos e outras bobagens

Buscar
  • marcosthomazm

As fabulosas histórias que ouvi de Célio Taveira (por Eliseu Lins)


Conheci o Célio Taveira primeiro pela sua fama no Departamento de Comunicação de ser um cara que jogou com e contra Pelé e que nessa época cheia de craques fez nome não só no Brasil, mas no exterior, precisamente no Uruguai. Vinte e dois gols em Libertadores. E ele era pai de Camila Taveira, jornalista paraibana radicada em Brasília, minha contemporânea e gente boa do curso.


Depois, já na bancada de produção do Portal Correio, tive oportunidade de entrevistá-lo numa das vezes que concedeu entrevista na rádio CBN. Lá ele me contou sobre como foi a preparação brasileira pra Copa de 66 (quando tudo foi um fiasco). Praquele certame foram convocados 44 jogadores pra levar a metade pra Inglaterra. Célio estava neste seleto grupo, mas não foi convocado. Ele revelou detalhes de como medalhões foram levados mesmo em condição técnica e física de vários outros jovens jogadores, como o próprio Célio, que também jogou pelo Vasco e Corinthians. História fantástica pra um jovem criado bebendo dessa fonte futebolística com voracidade. Isso foi na década passada.


Há uns três anos, tive a oportunidade de participar como representante da minha grande torcida rubro-negra baiana em plena João Pessoa, a Nêgo Jampa, participando do Arquibancada Sol, junto com meu confrade e dono deste espeço, Marcos Thomaz, e junto com LC, Igo e demais participantes ouvimos muitas histórias e eu pude colocar essa história na roda e passamos boas horas ouvindo uma lenda viva que escolheu a Paraíba como lar.


Célio nos deixou hoje vítima do coronavírus. Estava internado no Hospital Metropolitano de Santa Rita. O terceiro maior artilheiro brasileiro em Libertadores. O Nacional do Uruguai prestou todas as homenagens. Merecidamente!!


Texto do amigo Eliseu Lins.

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

DELÍRIOS DE CARNAVAL

Eu me preparei para "quando o carnaval chegar"... Havia um vírus no meio do caminho... O Corona não se preocupa, sei lá, talvez nem seja carnaval no calendário chinês, essa coisa de Ano do Boi etc e c

 
 
pexels-photo-776153.jpeg

ENTRE EM CONTATO

 

©2018 by MTM. Proudly created with Wix.com