O BURACO DA FECHADURA

rabiscos, escrevinhações, achismos e outras bobagens

Buscar
  • marcosthomazm

Atriz, mãe e ativista! Perto dos 80 anos, Zezita Matos é o retrato da força da mulher paraibana


Primeira dama do teatro paraibano. Mulher, agrestina, comunista convicta desde a década de 50.


Atriz, professora, mãe, esposa, militante.


Essa personalidade multifacetada é Zezita Matos, daquelas forças da natureza inexprimíveis se for através daqui, destas mal traçadas linhas mas, de carisma irresistível quando através das próprias palavras.


Quase 8 décadas de uma vida profícua pessoal e profissionalmente. Filhos, amor, profissões múltiplas, mais amor, ativismo político (endurecendo, sem perder a ternura, jamais).


Zezita Matos é a personificação dessa multiplicidade feminina e eu tive o prazer de conversar com ela no podcast “Tabajara Entrevista”, uma produção exclusiva para este formato, focada na apresentação de grandes personalidades paraibanas, famosas, ou anônimas à boa parcela da população.


No papo conosco Zezita falou sobre sua trajetória profissional, ainda lá nos idos distantes da década de 60, curiosamente tendo como ponto de partida cinematográfico o trabalho em filme baseado na obra do conterrâneo José Lins do Rego. Tratou da fama instantânea após atuação em novelas globais, da conciliação de profissões, do papel de mãe e esposa e claro, política. Atuante, Zezita fez um comparativo sobre os dramas de resistir a Ditadura Militar, (quando chegou a ser procurada pelas forças de repressão e teve de se esconder) e o cenário atual brasileiro.


Você pode conferir este, outros episódios, ou destaques da programação da Rádio Tabajara clicando no link a seguir, ou acessando o perfil da emissora nas principais plataformas de streaming (spotify, deezer etc).


https://open.spotify.com/episode/4j4pbzzwNTIa9PuSU2AyW3?si=27hYJoe1TPu-PiIaoSRp2Q&utm_source=whatsapp

63 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 
 
pexels-photo-776153.jpeg

ENTRE EM CONTATO

Suas informações foram enviadas com sucesso!