O BURACO DA FECHADURA

rabiscos, escrevinhações, achismos e outras bobagens

Buscar
  • marcosthomazm

BEM ALÉM DE “SEIS POR MEIA DÚZIA” – Por trás da troca ministerial



Uma coisa é fato: Bolsonaro não trocaria o Ministro da Saúde para “manter tudo como está”! Óbvio que não!!


Nem adianta apoiadores correrem as redes para anunciar currículo qualificado do senhor Nelson Teich, citar apoio de associação médica, ou o que seja para legitimar a escolha!


Claro que me refiro aqueles defensores a ferro e fogo que tentam imprimir normalidade a tudo. Mas também vi alguns desconfiados quererem nutrir esperança de manutenção dos rumos atuais... doce ilusão!!

Ninguém está negando as credenciais do novo ministro da Saúde, mas questionando a quem, ou que essa qualificação serve, atende!


Egresso do sistema de planos de saúde, acionista de consórcio farmacológico que defende a cloroquina, dentre outros atributos pouco consonantes com a gestão de saúde pública. Mas é exatamente neste currículo que Teich conquistou Bolsonaro, ao atender integralmente duvidosos conceitos neoliberais da saúde, com mestrado em “empreendedorismo & saúde” (vejam bem, que emblemático, não?).


Foi escalado exatamente para cumprir a risca o que Bolsonaro quer desde sempre, independente da ciência, recomendação da OMS, ou qualquer base comprovada: uma anomalia chamada de isolamento vertical, modalidade criada pela mente iluminada do próprio clã Bolsonaro e inexistente em qualquer literatura médica mundial.



E assim trabalhará Teich e a máquina do governo federal, alinhada, sem sobressaltos, ou obstáculos como era um tal senhor Mandetta, que de herói não tinha nada, vale frisar, apenas o mérito de seguir a medicina sem curandeirismo!


Se não, de que valeria o Bolsonaro “trocar o pneu e o motorista com o carro em movimento”?? Não que eu esteja querendo buscar alguma lógica, vislumbrar qualquer rastro de lucidez no senhor e governo que dirige o país, mas convenhamos, não seria necessário tamanho desgaste, mudança se não fosse para representar uma quebra brusca, que ocorrerá, podem esperar...


À Bolsonaro e Teich os grandes adversários na concretização do intento de “liberar geral” estão o foco de resistência dos governadores referendados por decisão do STF, que concede aos líderes dos estados o poder de decisão sobre a implantação do regime de “quarentena” em cada unidade da federação!


Mas, assim como o mercado e os interesses a que servem, Bolsonaro e Teich são insaciáveis, não sossegarão enquanto não conseguirem estabelecer a máxima de priorizarem a ECONOMIA em detrimento da saúde! Enquanto isso vão tumultuando como podem...

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 
 
pexels-photo-776153.jpeg

ENTRE EM CONTATO

Suas informações foram enviadas com sucesso!