O BURACO DA FECHADURA

rabiscos, escrevinhações, achismos e outras bobagens

Buscar
  • marcosthomazm

BOLA MURCHA GLOBAL

Hoje o Serviço voluntário, petulante e presunçoso de OMBUDSMAN sai do território paraibano e invade outras praias:



Não tenho qualquer motivação ou interesse em exaltar algum feito do Esporte Clube Bahia. Muito pelo contrário... Sou torcedor do Vitória, maior rival e antagonista histórico do tricolor. E, se tratando destas duas agremiações, estamos falando de água e óleo. Elementos que não se misturam em nenhuma circunstância. Mas, curiosamente, o texto de hoje tem como epicentro um gol do lado de lá da Bahia, exatamente contra o meu Leão.


O fato ocorreu neste domingo, dia "sagrado" de futebol, Fantástico e, por tabela, do "Gols do Fantástico". E é direcionado a este famoso quadro da TV nacional a minha revolta:


1) A chamada para o "Gols do Fantástico", a abertura e todos os holofotes estavam apontados para o gol de Diego do Flamengo em goleada sobre a Cabrofriense! Pomposamente anunciado como "o gol mais bonito dessa iniciante temporada futebolística de 2019". De fato, um belo tento. Triangulação e conclusão com estilo do "camisa 10 da gávea! Bela homenagem no jogo de número 2000 do rubro negro carioca no Maracanã, para quase 50 mil torcedores.


2) Pois bem, do lado de cá do mapa, mais acima, em uma não menos lotada Fonte Nova (45 mil pessoas), no maior clássico nordestino e uma das maiores rivalidades do país, o menos ilustre, quiçá badalado Gilberto, atacante do Bahia acertou uma bicicleta também após triangulação de passes, em lance ainda mais difícil, rápido, com marcação adversária (Diego estava livre na pequena área) e de maior plástica que a global de Diego! Enfim, um gol, na minha visão, mais bonito, mais estético ou, no mínimo, tal qual o decantado em verso e prosa pela emissora carioca!


3) Quer conferir e comparar os lances?


https://www.youtube.com/watch?v=9wc-pSLdhPA

https://www.youtube.com/watch?v=xBty3tuzPII


Dito tudo isso, qual o tratamento dado no "Gols do Fantástico"ao lance quase idêntico ocorrido nas bandas do Nordeste?? Sequer foi mencionado o jogo, o clássico, o resultado (1x1 com direito a golaço também do rubro-negro baiano, vale frisar). Solenemente ignorado o Bavi, desprezado em absoluto. Aliás a única referência ao futebol baiano foi uma citação graciosa a um episódio entre dois atletas de Jacobina e Bahia de feira em partida válida pelo campeonato baiano. Sem exibição de gols, claro. Vale mais a piada que os feitos (adoro boa parte das ironias do quadro, mas...)!


E, lógico meus queridos, ninguém quer equiparar a representatividade da dupla baiana a amplitude do “plim plim” do Flamengo, menos ainda adentrar as jás desgastadas teorias sobre o tratamento diferenciado destinado pela Vênus ao time declarado da família Marinho (isso rende dissertações). A questão é que, dentro do contexto apresentado acima, a exclusão de lance similar e exaltação de outro só ratificam o apreço hegemônico da Rede Globo de Televisão na cobertura do futebol nacional!


Mais empatia com o futebol nordestino e de outros centros do Brasil, por favor.


Há vida futebolística pulsando além do eixo Rio-Sp.

59 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 
 
pexels-photo-776153.jpeg

ENTRE EM CONTATO

Suas informações foram enviadas com sucesso!