top of page

O BURACO DA FECHADURA

rabiscos, escrevinhações, achismos e outras bobagens

Buscar
  • marcosthomazm

CURTINHAS DA COPA 8


INSHALÁ!!


Marrakeshi. Marrocos!


Marrocos!


Banhado pelo Atlântico e Mediterrâneo pode ser o primeiro país africano a chegar as semifinais de uma Copa do Mundo.

Já fez história igualando a melhor campanha de um país africano: a chegada às quartas de final (antes apenas Camarões, Senegal e Gana haviam avançado tanto).


Após eliminarem a geração de ouro belga na fase de grupos, os marroquinos desbancaram o primeiro gigante, mandaram para casa a Espanha, uma campeã mundial.


Quis o destino que coubesse a Hakimi, espanhol de nascimento, cria da base do Real Madrid selar o adiós espanhol ao converter em gol a última cobrança na disputa de pênaltis.

Filho de marroquinos o lateral escolheu defender o país dos ancestrais, mesmo podendo jogar por uma poderosa européia.


Hakimi é o segundo atleta, apenas nesta copa a marcar contra o país de nascimento. O primeiro, como já contei nestas tirinhas foi o camaronês Embolo, que defende a seleção da Suíça.


Alguns apontam Shaqiri como outro a marcar contra país de origem, mas aí o buraco (feito à bala e sangue) é bem mais embaixo.


Nascido no Kosovo, Shaqiri defende a Suíça e marcou pela segunda copa seguida contra a Sérvia.


O Kosovo, território iugoslavo, ficou com a Sérvia após a dissolução iugoslava, mas há dez anos declarou independência, não reconhecida oficialmente pela ONU, embora seja pela FIFA, que permite a seleção kosovar disputar eliminatórias e outras competições, por exemplo.


ZERA TUDO


Se a máxima diz que o mata-mata é uma nova competição, podemos cravar que, baseado nas oitavas de final, quatro times se credenciaram com favoritismo ao título mundial.


As melhores apresentações, vitórias mais incontestes, foram de Brasil, Portugal, França e Inglaterra.

Além dos placares mais elásticos foram atuações mais convincentes, imponentes, sem chances aos adversários.


Duas dessas seleções se enfrentam já agora nas quartas de final: FrançaXInglaterra.


Portugal teve o mais assombroso placar contra o adversário mais qualificado.


Avassalador 5x1 sobre a tradicional sólida defesa Suíça.


Mas ao Brasil coube a apresentação mais contundente, soberana. Esmagou a Coréia do Sul em poucos minutos e poderia ter saído para o intervalo com sete a zero no placar.


Fez do segundo tempo um treino de luxo.


Resta saber se estas seleções confirmarão a força nas próximas fases decisivas.


Correndo por fora, sem brilho coletivo, mas com muita tradição e bons jogadores correm a Argentina e Holanda.


O Marrocos é o time da entrega, da força e resistência coletiva, além de muita imposição física.


Já a Croácia, apesar de atual vice-campeã mundial, é a mais fraca dentre as oito remanescentes na disputa.


CASEMIRO NELES!


Pode ficar com sua pagação ao fenomenal Mbapé, mas o melhor jogador da Copa até agora é o monstro Casemiro.


Pulmão, coração e às vezes até cérebro da Seleção brasileira.


Volante mais que moderno.


Domina todos fundamentos da posição e além.


Marca em cima, antecipa, atalha campo, faz a cobertura precisa e tem um passe curto milimétrico.


Além disso, tem uma visão de jogo privilegiada, lança com maestria de meias de armação clássicos e até se arrisca no chute de média distância.


Sem falar na liderança exercida simbólica e ativamente.


É o homem que chega junto no adversário que persegue os atacantes brasileiros, se necessário for.


Líder nato.


Destaque extensivo a todo o sistema defensivo brasileiro.


Do goleiro Alisson a zaga impecável Thiago Silva e Marquinhos.


Que dupla!

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Início: Blog2
Início: GetSubscribers_Widget
pexels-photo-776153.jpeg

ENTRE EM CONTATO

Suas informações foram enviadas com sucesso!

Início: Contact
bottom of page