top of page

O BURACO DA FECHADURA

rabiscos, escrevinhações, achismos e outras bobagens

Buscar
  • marcosthomazm

EU CONHEÇO GENTE ASSIM...

Atualizado: 9 de dez. de 2022

Réquiem para mais um dia melancólico, sem Copa, a me esfregar a realidade.

Um conhecido vive a anunciar aos quatro cantos que espera a posição do Superior Tribunal Militar.


Sim, para o pobre cidadão, apenas o STM pode resolver a questão nacional.


Vejam o grau da loucura.


Um órgão restrito as questões militares sendo o moderador da esfera civil, acima do "insignificante" STF, um tal guardião da Constituição.


O STM é aquele colegiado de milicos que ignorou crimes, dentre uma centena, quiçá milhares, por exemplo, do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazzuelo.


E nem estou falando da responsabilidade do pára-quedista, lambe botas de Bozo, pela morte de centenas de milhares de brasileiros na pandemia.


Falo é da participação ativa do tipinho em comício bolsonarista, também em famigeradas motociatas, mesmo ainda sendo militar da ativa.


Um grave e evidente crime.


Mas, esperar punição a crimes de oficiais militares no Brasil é demais.


Vejam vocês, o próprio Bolsonaro, que por atentados, terrorismo na instituição, foi promovido e aposentado.


Depois de tudo, ainda escolhido e abraçado para representar o militarismo, chegando a presidência e, apenas por algumas variáveis, não pôde executar o golpe, alimentado e almejado desde sempre na esfera militar brasileira.


Passando a próxima patente...


Descobri, recentemente, que uma ex-colega de trabalho (sim, jornalista de profissão) é uma destas "influenciadoras” cheias de estardalhaço, profeta do apocalipse.


Vive a replicar anúncios enigmáticos, tipo: "está chegando a hora", "se prepara povo brasileiro", "o exército está a postos", até a patética: "Bolsonaro, dê a ordem. Estamos esperando".


Não, não perca tempo querendo alertá-los.


Já tentei por diversas vezes.


É em vão.


Mas te entendo.


A primeira natural sensação é de desprezo. Passa rapidamente pela ira por tratar-se de tamanho absurdo, mas, fatalmente, respinga na compaixão.


Não há elemento de razoabilidade para qualquer pensamento nesta linha.


São pessoas dodóis da cabeça física, mental, espiritual e transcendentalmente, se é que isso é possível?!?


E doença mental, que afeta sua capacidade de raciocinar, de senso analítico é coisa a se tratar.


Nestes casos sim, é inevitável ter dó, mas tudo bem, "não tenho nada a ver com isso. Não sou psiquiatra. Tá ok?"


Fato é que a seita bolsonarista é o fenômeno neopentecostal mais extremo que este país já viu.


Me perdoe Caetano...


Une a fé cega, conformista e absolutista própria destas religiões com a faca amolada da política.


É cruz e espada, não necessariamente nesta ordem.


As crenças pessoais impostas como verdades universais, cantada a plenos pulmões, espalhada em grupo, compartilhada e reverberada em transe.


Formado o coletivo se passa a organizar o “exército” para defender os "princípios" a ferro e fogo, em espírito de guerra, armados até os dentes.


O outro, qualquer outro, que não os pares inclusos na mesma catarse, são inimigos.


Bem contra mal na sua faceta mais reducionista, portanto animalista.


Como toda se precisa de símbolos, sinais para distinguí-los dos que não fazem parte do grupo.


Assim são marcados aqueles mais capazes, aptos, verdadeiros privilegiados por lerem mensagens codificadas.


Logo, além de "destacá-los" como especiais, escolhidos mantêm toda a chama acesa e turba inflamada.


São supostos sinais como uma simples e tosca tosse de Bolsonaro em live seria uma mensagem oculta para manter a ação.


Ou teorias estapafúrdias como a morte de Lula, substituído por um sósia.


“Vírus” rápido como a prisão do presidente do TRE, Alexandre de Morais, sendo anunciada em alto falante durante evento.


E por aí vai...


Para dar propulsão e constância à rede, sustentação interrupta às teses terraplanistas, de mundo paralelo, se estabelece uma cadeia de canais específicos, únicos, exclusivos e de produção em escala industrial.


Tudo em um ritmo tão frenético que se torna impossível sair da bolha.


Une-se catequização, manipulação voraz, com demonização de terceiros a circuito intenso de notícias próprias falsas, alienantes e está formada a maior "bolha grupal" deste país Brasil.


Não à toa, Malafaias, Macedos e tantos outros mercadores da fé modernos e influentes da realidade nacional estejam alinhados a este projeto, tenham cedido e ampliado seus próprios comércios religiosos para tal.


Não passam de fariseus, mas os meus conhecidos acima, nada mais são que pobres idiotas úteis.


53 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Início: Blog2
Início: GetSubscribers_Widget
pexels-photo-776153.jpeg

ENTRE EM CONTATO

Suas informações foram enviadas com sucesso!

Início: Contact
bottom of page