O BURACO DA FECHADURA

rabiscos, escrevinhações, achismos e outras bobagens

Buscar
  • marcosthomazm

MUITO CACIQUE PARA POUCO ÍNDIO – O oportunismo político de lideranças indígenas

Atualizado: 16 de Dez de 2020


O Brasil não cansa de nos brindar com excentricidades.


Esse país exótico, palco de todo absurdo original, não se contenta com a pasmaceira normalidade...


Se o velho Tim há décadas já alertava para nossas peculiaridades com a celébre frase: “...Aqui prostituta se apaixona, cafetão tem ciúme, traficante se vicia e pobre é de direita.”


Essa máxima nacional timaiana ganhou adaptação moderna.


Pode-se incluir que no Brasil índio é bolsonarista!


Isso mesmo. Números da última eleição apontam que, pelo menos 8 declarados indígenas foram eleitos para comandar cidades brasileiras. Destes mais de 85% são representantes de partidos da base aliada de Bolsonaro.


Mais que isso, 3 desses novos prefeitos, quase 50%, são filiados ao Republicanos e PP, exatamente dois dos partidos favoritos a receberem o presidente nos seus quadros.


Bolsonaro, aquele mesmo de frases como essa:


“Pena que a cavalaria brasileira não tenha sido tão eficiente quanto a americana, que exterminou os índios” Correio Braziliense, 12 Abril 1998


Ou essa:


“Com toda a certeza, o índio mudou, tá evoluindo. Cada vez mais o índio é um ser humano igual a nós.” UOL Notícias, Janeiro 23, 2020


Bolsonaro, aquele mesmo, que nos estertores da campanha eleitoral, no apagar das luzes “laçou no mato” uma índia para apresentá-la adornada e tentar dar um caráter de diversidade e respeito as minorias a seu “programa” de desgoverno. Teve também pessoa com deficiência, negro “amigo”, até grupo gay bolsonarista e coisa e tal. Mas vamos voltar aos índios...


Foi exatamente para se igualar a Bolsonaro, que esses cidadãos chegaram ao poder??


Aqui na Paraíba, a única declarada indígena eleita, é uma mulher, Lili, da cidade de Marcação e filiada ao DEM!


Bem, se o antigo PFL já não representa lá muita afinidade com causas sociais, de minorias, mas o que dizer do REPUBLICANOS??


Partido dos mais radicais desse ultradireitismo que emergiu no Brasil, capitaneado pela onda bolsonarista.


É dos quadros do REPUBLICANOS que aparecem dois indígenas (junto ao PSD os únicos partidos que elegeram dois prefeitos).


Um deles é o prefeito de Pesqueira, aqui do vizinho estado de Pernambuco. E, diante da estranheza da sigla que representa, a primeira alegação dele após eleito foi que precisava de uma legenda para se candidatar e a única viável, que lhe foi ofertada, foi essa (há apenas dois anos se orgulhava de não ter filiação partidária e garantia não ter qualquer interesse em cargo público). Assim, Marquinhos Xukuru se declara antibolsonarista “até a última volta do cocar”. Cocar esse que retirou durante a campanha para se aproximar do perfil mais comum ao eleitor. Não sou eu maldosamente quem quer dizer que ele quis seguir os desígnios de Bolsonaro e tentar se parecer “mais ser humano” sem traços indígenas... Ah, mas não pára por aí... a campanha do candidato do Republicanos teve apoio explícito do PT local, com participação e gravação de vídeo, inclusive do ex-presidente Lula! Bom, o Republicanos é uma dissidência do antigo PL, aquele mesmo do empresário José de Alencar, ex-vice presidente nos mandatos exatamente de... Lula.


É, como percebemos, nada é tão estranho quanto parece. Sempre há nós unindo pontas anteriores na política brasileira, onde o oportunismo impera, seja no “universo” indígena ou do homem ...

47 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

DELÍRIOS DE CARNAVAL

Eu me preparei para "quando o carnaval chegar"... Havia um vírus no meio do caminho... O Corona não se preocupa, sei lá, talvez nem seja carnaval no calendário chinês, essa coisa de Ano do Boi etc e c

 
 
pexels-photo-776153.jpeg

ENTRE EM CONTATO

 

©2018 by MTM. Proudly created with Wix.com