O BURACO DA FECHADURA

rabiscos, escrevinhações, achismos e outras bobagens

Buscar
  • marcosthomazm

O Bolsonarismo é uma enorme lavanderia!


Essa é pra você, indignadinho de ocasião, revoltadinho de situação, cidadão de bem, guardião da moral e bons costumes...


“Ain, lá vem de novo me atacar por votar em Bolsonaro!”


Não é apenas por votar na destruição que representa esse projeto, mas sobre o que te identifica, une a tudo isso.


E claro, o Bolsonaro e o bolsonarismo já estão dissecados, com as vísceras expostas. O problema, definitivamente, há algum tempo, é você.


Até o tal combate a corrupção, a principal bandeira do bolsonarismo foi rasgada, esfarrapada.


Vamos repetir em letras garrafais: BOLSONARO É CORRUPTO!


Mas você ainda usa os retalhos da bandeira desbotada em verde e amarelo para tentar passar pano e enxugar o mar de lama que os rodeia.


Após rachadinhas, Queiroz, laranjal, pastor, MEC, vacinas superfaturadas, cartão corporativo, sigilo centenário etc e coisa e tal, aparece o Sistema Imobiliário Bolsonariano.


Nada menos que 25 milhões de reais, em valores corrigidos, usados para comprar imóveis pelo clã nos últimos 30 anos.


Uma verdadeira vocação familiar.


Qualquer cidadão um pouco mais informado, não precisa ser perito, investigador, sabe que negociação vultosa em dinheiro, compra em cash é mecanismo (se liga aí Moro, Padilha, Netflix e Cia) para dificultar rastreio, obstacular investigação.


Na lata: lavagem de dinheiro.


Uma grande lavanderia da família Bolsonaro.


Nem a senhora mãe do dito cujo escapou de ser envolvida no esquema.


Pelo menos o nome dela foi utilizado em transações suspeitas.


Para piorar o negócio, tinha compra e recompra de imóveis entre as partes.


O próprio presidente vendeu casa a primo, recomprando-a pouco tempos depois.


Um povo indeciso. Vai e vem. Lá e lô. Troca-troca, Toma lá, dá cá.


Só o menino Flavinho fez 20 transações imobiliárias, isso sem ter registro de saques em bancos no período.


De onde vem o dinheiro Bolsonariano? Dá em pé?


Mas você ainda está indignado com aquele triplex, ou o sítio que nunca provaram ser de Lula, né?


Sei...


Indignação seletiva que chama?


Ah,o mesmo Flavinho Bolsonaro que tinha em Queiroz o pagador de planos de saúde e escolas das filhas.


E isso nada tem a ver com as rachadinhas, claro.


Rachadinhas, aquele dinheiro público destinado a pagamento de assessor que era repartido com os patrões Bolsonaro.


O próprio JairBolsonaro mandou exonerar um indisciplinado lotado em seu gabinete que não cumpria o combinado e devolvia menos do que era “direito” do chefe.


Quem denunciou foi a irmã do próprio funcionário demitido.


O mesmo Bolsonaro que usava funcionária fantasma lotada em seu gabinete em Brasília para trabalhar em propriedade do, então parlamentar, em Angra dos Reis.


Era ainda o Bolsonaro que usava verba de auxílio moradia para “comer gente”, mesmo possuindo imóvel próprio em Brasília.


Repetindo: BOLSONARO e sua familícia tem a corrupção codificada no DNA.


Fizeram das práticas ilegais métodos tradicionais de atuação política, desde sempre.


E sabe qual vai ser sua postura em relação a esse canavial de escândalos??


Mas e Lula? E o PT?


E tudo isso, toda essa indignação direcionada é apenas porque você se identifica com essa praxe de camuflar, viver com a aparência, na base do que parece ser e não do que é.


O adepto da mini corrupção de todo dia, no trânsito, na fila de qualquer coisa, ou mesmo em golpes aqui e ali.


Tipo o sonegador de impostos, empresário do agro, que, desumanamente, humilhou senhora por marmitas.


Foi a essa pior faceta do brasileiro a que o bolsonarismo empoderou.


Aos hipócritas que apontam nos outros aquilo que são usuários contumazes.

E como são tantos espalhados ainda entre nós estampando o slogan “Deus, Pátria e Família”...

31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 
 
pexels-photo-776153.jpeg

ENTRE EM CONTATO

Suas informações foram enviadas com sucesso!