O BURACO DA FECHADURA

rabiscos, escrevinhações, achismos e outras bobagens

Buscar
  • marcosthomazm

“OUÇA UM BOM CONSELHO, QUE LHE DOU DE GRAÇA...”


“É apenas a minha opinião”. Essa frase virou célebre em tempos de redes sociais da internet. Aquela arena em que “todo mundo sabe tudo, mesmo não sabendo de nada”. Um oásis democrático, mas também, em contraponto, um pântano de absurdos...


Aliás, isso é o preço a se pagar pela “tribuna livre”, mesmo que virtual... já dizia o eterno candidato Ciro Gomes nas eleições de 2018 “A democracia é uma delícia e não abro mão dela por nada, mas nos obriga a ouvir cada coisa”...


Pois bem, voltando a falar sobre a tal opinião vazia, baseada no próprio desconhecimento, obscurantismo... Aquela mania dos ignorantes em tratar de qualquer tema, mesmo não tendo até ali sequer ouvido falar da questão, em toda a vida! Ninguém é obrigado a ser especialista em algum assunto para comentar, aliás, ninguém é obrigado a nada e pode falar o que quiser, é verdade! Esse é o princípio da liberdade de expressão!


Mas como eu não gosto de "arrudeio", não está em jogo aqui o direito, mas sim a forma de exercê-lo. Para falar a verdade a motivação dessas linhas é apenas a vergonha alheia e limite raso de paciência com a ignorância carimbada!


Quando um cidadão utiliza a rede social para expor sua superficial idéia sobre algo, ao invés de estar se posicionando, sendo atuante, hipoteticamente reforçando um ponto de vista aliado ao que seu grupo defende, está na verdade apenas “passando recibo” da própria ignorância, do seu total vazio conceitual...


Se não há necessidade de ser pós-doutor em determinado tema para se manifestar a respeito, é de “bom tom”, ao menos, se inteirar, buscar informações além da superfície. Ler, procurar duas fontes diferentes e preferencialmente com percepções complementares uma a outra. Como ironiza o sempre genial Chico Buarque na música Bom Conselho, que inspira também o título deste texto: “Aja duas vezes antes de pensar...”


Abranger o repertório e referências ao tema em questão te permite, por exemplo, não ser apenas uma “caixa de ressonância” de uma idéia anterior, já estabelecida! Evita que você não sirva de “massa de manobra” para apenas propagar um juízo preconcebido, baseado em conceitos absolutos transmitidos de geração a geração, sem que você nunca, sequer, tenha se questionado porquê!?!?!


Me desculpem amigos, isso não é soberba, mas eu tenho sim, admito, ojeriza a orgulho da própria ignorância, exaltação da burrice e qualquer coisa que contribua para o mergulho neste tempo de trevas em que estamos vivendo!


Bem, mas isso É APENAS A MINHA OPINIÃO!!

37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 
 
pexels-photo-776153.jpeg

ENTRE EM CONTATO

Suas informações foram enviadas com sucesso!