O BURACO DA FECHADURA

rabiscos, escrevinhações, achismos e outras bobagens

Buscar
  • marcosthomazm

QUANTO VALE A DEMOCRACIA?? (A direita golpista e a esquerda oportunista no Brasil)

Atualizado: 5 de Jun de 2020


Rabisco estas linhas com a clara percepção de que serei atacado por ambos os lados. Conscientemente me coloco à prova da ira obtusa e incapacidade reflexiva, da total ausência de autocrítica que nos acometem às paixões... Aos passionais inveterados, um apelo ao bom senso e exercício analítico facilitaria a compreensão!


Guardadas todas as proporções e carga de responsabilidade entre as partes, fato é que a direita e a esquerda brasileira compartilham, cada uma com seu peso, do protagonismo pela TRAGÉDIA que vivemos hoje.


No não tão distante ano de 1964, a direita brasileira, historicamente golpista, se acostou quase integralmente ao movimento militar e elitista para apoiar a manobra que apeou do poder o então presidente, João Goulart! 52 anos depois a história se repetiu e o raio caiu duas vezes no mesmo lugar! Coletiva e integralmente os partidos de direita se unificaram e organizaram (da forma que só um golpe é capaz de motivar e agrupar) para retirar a presidente Dilma Roussef por conta de umas “pedaladinhas”, tão corriqueiras desde sempre e posteriormente tornadas legais oficialmente...


Em ambas as ocasiões havia um intento muito bem definido: retirar do poder governo com políticas públicas sociais e ascender uma gestão para atender interesses econômico das elites, em linhas gerais fazer nossos “senhores de engenho” retomarem as rédeas do país! Esqueça conto da carochinha de “ameaça comunista” e quiproquó!


No pré golpe militar, entre paredes, apostavam em “apenas um ano de regime” e posterior novas eleições com vitória do queridinho deles, Carlos Lacerda!


No “tchau querida” o processo era mais objetivo-direto, pensavam os mesmos! Forçar, na marra, a retirada da “dinastia petista” após 4 vitórias seguidas e legítimas na corrida presidencial e imediatamente iniciar o processo em prol do “grande capital”, camuflado de políticas liberais com Temer! Na sequência acreditavam ter tempo hábil para consolidar alguma candidatura tucana, ou do próprio famigerado MDB (aquele partido que sempre foi governo e que presidiu 3 vezes, sem nunca ganhar uma eleição), centrão, ou o que fosse!



O trabalho, midiático inclusive, de antipetismo, aquela sem-vergonha idéia de símbolo da corrupção e pai de todos os males derramadas sobre a esquerda já estava inoculada na população... bastava apenas a construção de um nome do lado deles. Eis que a debilidade congênita da direita nacional, fez emergir apenas uma opção viável: a anomalia ultradireitista, Bolsonaro! Seguindo a máxima popular “se não tem tu, vai tu mesmo...”, a nau direitista rapidamente e sem qualquer peso na consciência, amparada pelo mago Guedes e pelo herói Moro, em bloco, logo “se apertou” no bote bolsonarista sob a camuflagem do mesmo famigerado discurso: “é apenas por um mandato”, “no poder ele seguirá os ritos” e bla bla bla... o resto da história a gente conhece e se espanta dia a pós dia!!


“No outro lado do front”, a cambaleante esquerda nacional, ainda tonta, literalmente “acusando o golpe”, segue forçosamente refém dos caprichos petistas, sob a eterna batuta do ex-presidente Lula!


A última “boa nova” foi a recusa em assinar manifestos suprapartidários em defesa da democracia. Pior do que a negativa foram os argumentos... uma tentativa de reviver um certo purismo ideológico petista, mas evidenciando apenas a sanha hegemônica, que arrasta o PT e, por conseqüência, toda a esquerda para fora do jogo político nacional!



Ora, ora senhor Lula: “não tenho condições de assinar determinados documentos com determinadas pessoas...” Logo tu?? A menção de Lula era em referência a apoiadores do golpe contra Dilma Roussef. Mas qual foi uma das primeiras paradas da malfadada "Caravana do Nordeste", que tentava alavancar uma candidatura presidencial, que todos sabiam e reconheciam natimorta?? A boa e ensolarada Alagoas para um “acordo de cavalheiros com os Calheiros” (desculpem o trocadilho infame). E onde estes mesmos senhores alagoanos estavam no golpe?? “Sambando” de que lado?? Isso fora outra lista de apoios e conluios espúrios sem fim, à época do último pleito eleitoral... Ou quem sabe podemos rememorar a Lula alguns antigos "parceiros de primeira hora" de sua gestão presidencial como Cunha, Jefferson e afins... mas sempre haverá uma legitimação pelo fim alcançado, ou pretendido etc. E agora, não??


Vou além, qual era a crítica (com toda a razão) a quem não esteve ao lado de Haddad no segundo turno (Ciro Gomes viveu a malhação de Judas)?? “Se você tivesse apreço pela democracia etc e tal...”. Então esse lema só valia ali e pró PT?? Agora abraçar esta união suprapartidária é ser, nas palavras do ex-presidente “Maria vai com as outras”?? “Porque não contempla pauta dos trabalhadores...” Ah, Lula esse movimento é pela democracia, aquele decantado bem maior da última eleição, lembra?? Depois se divide as bandeiras de luta!!


Mas, não... a questão é simplesmente interesse partidário, acima do bem e do mal! O PT se vale do fato de possuir o maior capital eleitoral da esquerda brasileira (conquistado com méritos, vale frisar), mas desde a saída do Planalto tropeça nas próprias vaidades. Só e apenas o protagonismo petista interessa, nada ou nenhum valor superior a mais...


Infelizmente, a sensação é de que a polarização política nacional retroalimenta ambos. De um lado Lula e o PT subordinado a dizer apenas "amém", do outro Bolsonaro e sua turba terraplanista!!


38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

DELÍRIOS DE CARNAVAL

Eu me preparei para "quando o carnaval chegar"... Havia um vírus no meio do caminho... O Corona não se preocupa, sei lá, talvez nem seja carnaval no calendário chinês, essa coisa de Ano do Boi etc e c

 
 
pexels-photo-776153.jpeg

ENTRE EM CONTATO

 

©2018 by MTM. Proudly created with Wix.com