O BURACO DA FECHADURA

rabiscos, escrevinhações, achismos e outras bobagens

Buscar
  • marcosthomazm

"Tem que mudar isso aí... MOROU?"


Nem sou muito afeito a teorias conspiratórias. Mas diante de acontecimentos surpreendentes até mesmo para esta província abaixo dos trópicos ("Pense num absurdo, no Brasil tem precedentes")...


Sérgio Moro é tido por boa parte do imaginário brasileiro como a força motriz da Lava Jato. A prisão de Lula, comandada pelo magistrado, o elevou ao patamar de "herói nacional" junto a boa parcela da população.


Pois bem, se antes os debates sobre partidarismo na condução do processo esbarravam em discursos e preceitos técnicos, o próprio juiz decidiu pôr fim ao imbróglio! A anunciada aceitação de Moro em assumir o comando do Ministério da Justiça no governo próximo de Jair Bolsonaro sepulta qualquer dúvida e ratifica as suspeitas de partidarismo do magistrado na condução de todo o processo que levou o líder petista a prisão. A incursão de Moro por um cargo político, neste momento, aciona o alerta em dois pontos:


1) Demonstra quase um gesto de admiração e gratidão por quem fez o convite (lembremos que a condenação de Moro tirou Lula da eleição- quando até este novo episódio, o ex-presidente era favorito contra qualquer adversário- e pavimentou o caminho para a vitória de Jair Bolsonaro;


2) A ida representa uma consonância de idéias/projetos, um alinhamento do pensamento do juiz (que aceitou o pedido) com o candidato eleito e o grupo político que ele representa.


Outro fator curioso é que a Moro é praticamente dedicado todos os louros da Operação Lava Jato! Nunca faltaram teorias sobre um risco ao fim da operação, através de manobras petista para “engessar” o magistrado etc. Nada disso aconteceu, Lula foi preso e assim permanece, mesmo com questionamentos claros, explícitos e contundentes aos autos do processo, inclusive da ONU. Mas vejam vocês, o responsável por retirar o juiz da carreira (visto que terá que se afastar da magistratura para assumir o ministério, por exigência da lei) e, por extensão, dos casos investigados pela operação, será exatamente aquele que se assume como o maior combatente da corrupção, o MESSIAS Bolsonaro.


Enquanto aguarda a posse, Sérgio Moro já sonha com o “fim do arco-íris”... Seguindo o rito natural, a cobiçada cadeira do Supremo Tribunal Federal é seu tesouro de recompensa lá guardado...

38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 
 
pexels-photo-776153.jpeg

ENTRE EM CONTATO

Suas informações foram enviadas com sucesso!