O BURACO DA FECHADURA

rabiscos, escrevinhações, achismos e outras bobagens

Buscar
  • marcosthomazm

TRAGÉDIA ANUNCIADA – O TRISTE FIM DO MAIS MÉDICOS

Atualizado: 14 de Fev de 2019

Foto: G1

Nunca me apeteceu a ideia de ser portador de desgraças, notícias desastrosas, negativas. Na verdade tenho sérias dificuldades em lidar até com infortúnios corriqueiros de terceiros. Fico, de fato, sem saber como reagir. Enfim não visto a “batina de profeta do Apocalipse”, tão confortável a muitos em tempos modernos... E não afirmo isso por querer assumir um espírito nobre solidário, de compaixão maior que os outros, falo fundamentalmente de “tato” para conduzir essas situações...


Mas hoje, confesso que vou aderir ao meme do “EU AVISEI”!! Poderia simplesmente estar entregando-me a vaidade de uma suposta previsão e me deleitar em abrir o cartaz estampando aos incautos o acontecimento que estava escrito, mas não quiseram, ou não tinham interesse ver: o FIM do Mais Médicos, maior e mais abrangente programa de assistência em saúde básica da história do Brasil.


Derivo: Abordei isso, ainda em novembro do ano passado, como podem ver abaixo (confesso até ter menosprezado o poder de adesão dos brasileiros, já que apostava em menos de 30% e chegou-se próximo a 80% Isso, segundo dados do Ministério da Saúde, vale frisar, embora municípios diversos contestem tais números oficiais):


https://goo.gl/kHTK5U


Pois bem, ao contrário desse sadismo virtual que impera, mesmo em relação a essa tragédia anunciada, nada tem a se celebrar, sequer o estranho prazer de tripudiar sobre a obtusidade alheia!! Até porque, muitos dos que, de fato, minimizaram o impacto das medidas contra o Mais Médicos a época, não precisam dos serviços do Programa. Permaneciam e permanecem ávidos apenas em sustentar as próprias escolhas e posturas.


O fato, meus caros, é que a Secretária de Gestão no Trabalho e Educação em Saúde do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, oficialmente a responsável pelo PROGRAMA, confirmou publicamente a extinção do mesmo, na semana passada. O encerramento do Mais Médicos se dará após os 3 anos dos contratos atuais vigentes (início de 2022 para a nova leva de médicos que aderiu agora. Isso para quem permanecer, o que estima-se não ser metade deles até lá).


Segundo a porta voz oficial do governo federal para o tema, o Programa, que levou assistência de saúde inédita a todos os rincões do Brasil, será sucedido por um Plano de Carreira Federal?!?!?! Mas do que se trata esse novo projeto?? O próprio governo afirma ser algo em elaboração, simples assim, sem nenhum detalhamento a mais... A única determinação, decisão oficial, por hora, é a extinção do Mais Médicos, mesmo sem “plano B” estabelecido. Ora, este anúncio só cumpre um rito burocrático, a cerimônia fúnebre de sepultamento de um cadáver! Ao observador minimamente atento o PROGRAMA entrou em “estado terminal” já com a eleição de Jair Bolsonaro (contumaz crítico do mesmo, antes, durante e depois do pleito) e teve as máquinas definitivamente desligadas no processo de “expulsão voluntária” dos cubanos.


Ou seja, o governo federal já havia dado o golpe de misericórdia no Mais Médicos, quando o desmantelou sob bandeira ideológica, mas, diante da repercussão negativa de interrupção imediata de todo o Programa, improvisou um plano alternativo para disfarçar a real intenção. Diante desse cenário, aliado a políticas já em vias de execução na Saúde e em outras esferas, além do latente desapreço a políticas sociais do atual governo, não é nenhum exagero prever que milhões de brasileiros "escondidos" começam a perder de vez seu único acesso a um médico.


Em tempo, além de estar com um pé na cova, a perspectiva é que o “Mais Médicos” sequer tenha dignidade nestes últimos dias de vida!


Nesta quarta-feira,13 de fevereiro, o governo Federal anunciou o preenchimento das1.500 vagas restantes com médicos brasileiros formados no exterior (leia-se eminentemente Bolívia e Paraguai), sem registro no Conselho Federal de Medicina e sem o tal Revalida, contraditoriamente, um dos focos principais das críticas do presidente Jair Bolsonaro, no formato anterior, em parceria com Cuba!!


O problema nunca foram os cubanos...

36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

DELÍRIOS DE CARNAVAL

Eu me preparei para "quando o carnaval chegar"... Havia um vírus no meio do caminho... O Corona não se preocupa, sei lá, talvez nem seja carnaval no calendário chinês, essa coisa de Ano do Boi etc e c

 
 
pexels-photo-776153.jpeg

ENTRE EM CONTATO

 

©2018 by MTM. Proudly created with Wix.com